Notícia de Guimarães

203 Visualizações

Publicada em 11/09/2019 22:59:16

Guimarães entra na rota do Programa Maranhão Quilombola e recebe Caravana do Governo do Estado


A Prefeitura de Guimarães, através do Projeto "CRAS na Comunidade" em parceria com a "Caravana Quilombola" do Governo do Estado do Maranhão, realizou  atividades e oferta de vários serviços nos dias 27, 28 e  29 de agosto. A parceria mobilizou secretarias e agentes públicos do Estado e do Município nos 3 dias de evento.  O Projeto CRAS na Comunidade que completou 01 ano de atendimento às Comunidades de Guimarães, é uma interação entre o poder público e a sociedade civil em que as Secretarias Municipais ofertam serviços e o prefeito dialoga com os moradores, ouvindo seus anseios, analisando a melhor forma de atender suas demandas.

As ações tiveram início com a realização do Seminário Intersetorial de Políticas Públicas Afirmativas para Comunidades Quilombolas que aconteceu na Colônia de Pescadores. 
Nos dois dias seguintes, as comitivas seguiram até as comunidades rurais quilombolas de Lago do Sapateiro e Monte Alegre para ofertar ali uma variedade de serviços objetivando atender a população da melhor forma.


A ação contou com presença da Secretária Adjunta de Igualdade Racial, Socorro Guterres; do prefeito, Osvaldo Luís Gomes, dos secretários municipais de Administração, Danielson Torres; de Educação, Josenildes Silva; de Assistência Social e Desenvolvimento Comunitário, Fernanda Cardoso; de Saúde, Olavo Cardoso; de Cultura e Turismo Antônio Marcos; de Gabinete, José Benedito; de Produção Rural, Meio Ambiente e Desenvolvimento, José Mário; de Esporte e Juventude, José Henrique, além de toda a equipe de governo do Projeto Caravana Quilombola, equipe de trabalho do município e população em geral.

Profissionais de diversas áreas  entre: médicos, enfermeiros, técnicos, agentes comunitários de saúde, odonto, assistentes sociais, educadores, psicólogo, advogado, nutricionista, fisioterapeuta, técnicos em agropecuária e em meio ambiente, atenderam a população. 
 Além disso, serviços como: coleta de preventivos para mulheres, testes rápidos de DSTs/Aids, sífilis e hepatite, vacinas e prescrição de medicamentos.
 
As atividades envolveram ainda oficinas de pintura, gastronomia, aproveitamento dos alimentos, atividades lúdicas com as crianças, entre outros.

 Especificamente para as mulheres, a Secretaria de Estado da Mulher realizou palestras sobre violência contra a mulher, saúde mental, diversidade sexual e prevenção, além dos atendimentos do ônibus lilás.


Para a secretária municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Comunitário, Fernanda Cardoso,  a Caravana fortalece a parceria com o Estado para atender mais e melhor as comunidades quilombolas. “A Caravana vem somar com o município de Guimarães na melhoria e ampliação da oferta de serviços para os quilombolas, fortalecendo nosso ideário de prestar o melhor serviço para nosso povo”.

 A Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária - SETRES ofertou cursos ao público presente com aproveitamento de resíduos sólidos; 
A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar visitou comunidades e articulou projetos inovadores para o Municipio; 
A SEDES- Secretaria de Estado de Desenvolvimento, esteve presente na execução de trabalho social com famílias juntamente com o CRAS, Equipe do Cadastro Único, CREAS, Casa do Cidadão e Conselho Tutelar.
Por sua vez,  a Coordenação de Segurança Alimentar e a Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar realizaram a oficina de aproveitamento de alimentos e Chefes Mirins, que estimula crianças a buscarem alimentação saudável.

Para o prefeito Osvaldo Gomes, a articulação da SEIR trazendo a Caravana Quilombola, aliado aos serviços já demandados pelo Projeto CRAS na Comunidade, que já conseguiu realizar mais de 3.000 atendimentos em seu primeiro ano,   foi um grande ganho para o Município de Guimarães. 

"Ver todas as Secretarias envolvidas, dando o melhor de si é importante e fortalece o nosso compromisso de ofertar o melhor para nosso povo. Essa ação do governo do Estado trazendo esse olhar para as nossas comunidades quilombolas é o que precisamos para impulsionar as políticas públicas das quais o povo negro tanto precisa", declarou o gestor.
Osvaldo ainda agradeceu a todos que se empenharam para que o resultado fosse alcançado.

 Foi realmente um marco para a população quilombola que merece ser lembrada, respeitada e assistida.

 

203 Visualizações

Publicada em 11/09/2019 22:59:16

FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados