Notícia de Guimarães

458 Visualizações

Publicada em 11/07/2018 18:00:37

Prefeitura de Guimarães discute metodologia para impedir evasão escolar


Representantes das diferentes secretarias municipais e diretores de escolas estiveram reunidos nesta última terça-feira (10), numa articulação para discutir as estratégias para enfrentamento da evasão escolar. Na ocasião foi apresentada a metodologia do Busca Ativa Escolar, criada dentro das estratégias do Selo Unicef. A reunião ocorreu na Secretaria Municipal de Educação e contou com a presença de todos os gestores escolares, a Secretaria de Educação, Saúde, Assistência Social e Produção Rural.

A Busca Ativa Escolar é uma plataforma gratuita para ajudar os municípios a combater a exclusão escolar, desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Por meio da Busca Ativa Escolar, municípios e estados terão dados concretos que possibilitarão planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para a inclusão escolar.

A Busca Ativa Escolar reúne representantes de diferentes áreas – Educação, Saúde, Assistência Social, Planejamento – dentro de uma mesma plataforma. Cada pessoa ou grupo tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno na escola. Todo o processo é feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) ou celulares (smartphones). Há também formulários impressos para agentes comunitários e técnicos verificadores que não têm acesso a dispositivos móveis.

Na reunião também foi apresentado o Projeto Fora da Escola Não Pode. O Fora da Escola Não Pode! é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para garantir que cada criança e adolescente esteja na escola e aprendendo. Desenvolvida por meio de diversas frentes de atuação, a iniciativa procura conscientizar diferentes atores responsáveis pela inclusão escolar, e também a sociedade em geral, sobre o problema da exclusão escolar e sugerir planos práticos para chegar a uma solução

 

Finalmente, foi discutido também sobre a articulação e implantação do Conselho Escolar sobre Drogas e os desafios decorrentes dessa problemática.

 

 

 

458 Visualizações

Publicada em 11/07/2018 18:00:37

FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados