Notícia da Famem

291 Visualizações

Publicada em 18/02/2018 08:04:15

Carnaval maranhense cresce, entra em nova era e se torna referência


Os bons resultados nas políticas de Segurança Pública e a valorização dos circuitos de rua consolidam São Luís como destino turístico também no Carnaval. A festa deste ano organizada pelo Governo do Maranhão, com sucesso de público e nenhuma ocorrência policial nos circuitos oficiais da Região Metropolitana, reforçou a tendência de atrair cada vez mais turistas.

O Circuito Joãosinho Trinta, na Beira Mar, tornou-se a sensação desta temporada carnavalesca, reunindo multidões nos três dias de apresentações. A consolidação dessa nova atração deu uma nova dimensão ao Carnaval na capital, que passa a ser visto como uma grande referência na realização da festa. Ao mesmo tempo, os outros pontos tradicionais continuam sendo valorizados e também muito prestigiados pelo público.

Segundo a Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), turistas do interior e de Estados vizinhos predominam no período: “Estamos consolidando os dados de pesquisa realizada junto aos foliões e percebemos o grande número de visitantes do interior. O carnaval do Nordeste tem destinos muito consolidados como Salvador e Recife; nós estamos planejando ações baseadas nos bons resultados para aumentarmos a participação do nosso carnaval no mercado de turismo desse período”, explica a Superintendente de Turismo da Secretaria, Christiane Muller.

Lotação

Saulo Bezerra, gerente geral de um hotel próximo a orla, avalia que o diferencial do carnaval ludovicense estão nas atrações culturais dos circuitos de rua e a segurança pública.

“Fiquei absolutamente impressionado com o policiamento excelente e o pluralismo de visitantes nos circuitos. Além de turistas do interior do Estado, recebemos grupos de estados vizinhos e muitas pessoas que também optaram por vir a São Luís para descansar com tranquilidade. Tivemos lotação máxima no sábado e domingo de carnaval com hóspedes nesses perfis”, conta.

Saulo acrescenta que a consolidação do Carnaval de São Luís garantirá no futuro a expansão dos perfis de turistas na cidade: “Com a excelente repercussão, estamos pensando em organizar uma campanha no Carnaval do ano que vem nos circuitos da cidade para promover nosso hotel. Com o São João consolidado e o resultado excelente do último Réveillon, vamos investir para garantir boa ocupação também no carnaval”.

Como é que nunca haviam pensado nisso?”

As máscaras também estiveram presentes como adereços carnalescos . (Foto: Orcenil Jr)

Se depender de quem esteve na festa neste ano, o sucesso no futuro está garantido. Luan Santos, de 22 anos, estudante universitário, comemorou a inserção do Circuito Carnavalesco Joaosinho Trinta: “Isso aqui foi uma grande sacada do governo. Resgatar essa região do Centro deu um gás para festa. Ficou muito bom, pois melhorou muito em ralação aos outros carnavais que tínhamos, que na verdade, vinha sendo esquecido”, avaliou.

“Como é que nunca haviam pensado nisso? A gente tem um cenário perfeito, com um horizonte que dá para contemplar o pôr do sol e brincar esse carnaval maravilhoso que foi. Muito bom. Eu já quero mais ano que vem”, disse João Gabriel Pereira, estudante universitário.

Os artistas que se apresentaram também já querem bis. “Fiquei honrada em poder cantar para um público tão animado. É uma energia tão boa que me faz querer voltar outras vezes. Não fazia ideia que no Maranhão tinha uma festa tão linda e organizada, que não só contempla a cultura popular como abre espaço para outras culturas”, afirmou a cantora Gaby Amarantos.

Nenhuma ocorrência

Maranhense caíram na folia sem preocupações. (Foto: Orcenil Júnior)

Com mais de 126 mil abordagens – 67 mil delas realizadas na Região Metropolitana de São Luís – a Polícia Militar do Maranhão garantiu tranquilidade e segurança aos milhares de foliões que frequentaram os circuitos oficiais durante o período carnavalesco.

Para o presidente da Associação Brasileira de Hotéis no Maranhão (Abih), João Antônio Barros Filho, a Segurança Pública é um elemento fundamental para atração de turistas: “Além da orla, com balneabilidade, turistas preferem frequentar ambientes seguros e nesse sentido estamos indo muito bem, todos elogiam bastante a qualidade da segurança pública na cidade”, diz.

“Eu estou achando muito legal. Me sinto segura e alegre nesta festa maravilhosa. Uma festa que integra muita gente fantasiada e muita energia boa”, disse a professora universitária Maria Tereza Seabra.

Trabalho e renda

A festa foi trabalho para muita gente que aproveitou para ganhar dinheiro. Jorge Henrique Lima Garcês, de 51 anos, vendeu batata frita e guaraná: “Está sendo muito bom para mim e para quem está aqui brincando. Além de me sentir seguro para trabalhar, eu ainda estou faturando bem. Uma média de R$ 400 por dia”.

Gustavo Costa, proprietário de um food truck, também comemorou: “Levamos o trailer para o Réveillon de Todos e foi um dos melhores eventos de que já participamos. Fizemos tanto sucesso que não estávamos preparados e a comida acabou no meio da madrugada. Para o Carnaval, reforçamos o estoque ainda mais e estamos operando com a nossa capacidade máxima”.

Sucesso

Multidão tomou a Beira Mar, circuito inédito que se consagrou este ano como mais uma opção de folia. (Foto: Orcenil Jr)

O governador Flávio Dino disse que o Carnaval no Maranhão em 2018 foi o maior em décadas. “É uma grande conquista para os maranhenses uma folia bonita como esta, segura para a família e que fornece oportunidade de renda aos trabalhadores informais. O circuito Beira-Mar, denominado de Joãozinho Trinta, veio para ficar.”

“Enquanto cidadão, estou muito feliz de ver esta grande festa. É a chance de mostramos para o mundo a diversidade da nossa cultura. Vale ressaltar também os tradicionais circuitos, como Madre Deus e a Passarela do Samba, que há décadas embala o ritmo da folia com seu consagrado desfile de escolas e blocos”, acrescentou.

O secretário de Cultura e Turismo, Diego Galdino, disse que “o Carnaval de Todos foi pensado de maneira minuciosa para que turistas e maranhenses brincassem de maneira segura, barata, com qualidade e movimentar a economia criativa. Essa festa foi pensada no povo e para o povo, pois temos esta preocupação de realizarmos um carnaval que os maranhenses merecem”.

 

291 Visualizações

Publicada em 18/02/2018 08:04:15

FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados