Pinheiro

Joao Luciano Silva Soares
  • Prefeito: Joao Luciano Silva Soares

  • Aniversário Prefeito: 09/03

      Município de Pinheiro originou-se de uma fazenda, fundada pelo Capitão-Mor Inácio José Pinheiro que, pela ausência de pastagens em Alcântara, onde era estabelecido, buscou um local que melhor atendesse às necessidades do rebanho. Após percorrer a região por vários dias, encontrou uma vasta planície, apresentando grande lago e, mais ao longe, espessa mata. De imediato, ali se fixou, providenciando o deslocamento do gado e de pessoal. Com a influência de outros fazendeiros teve início o povoamento. Os vaqueiros aglomerados desenvolviam, paralelamente, agricultura de subsistência na orla da mata, gerando sérios problemas, que foram solucionados após intervenção governamental.

      Ao longo do tempo, Pinheiro recebeu denominações de Lugar de Pinheiro, Vila Nova de Pinheiro, Vila de Santo Inácio de Pinheiro e, finalmente, Pinheiro.

Gentílico: pinheirense

Formação Administrativa

      Distrito criado com a denominação de Pinheiro, pela lei provincial nº 370, de 26-05-1855, subordinado ao município de Guimarães.

      Elevado à categoria de vila com a denominação de Pinheiro, pela lei provincial nº 439, de 0309-1856, desmembrado de Guimarães. Sede na atual vila de Pinheiro. Constituído do distrito sede. Não temos datada de instalação.

      Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituído de 3 distritos: Pinheiro, Bom Viver e Pacas.      Elevado à condição de cidade com a denominação de Pinheiro, pela lei estadual nº 911, de 3003-1920.        Pelo decreto estadual nº 268, de 19-04-1932, o município de Pinheiro adquiriu o extinto município de Santa Helena.        Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Pinheiro e Santa Helena. Não figurando os distritos de Bom Viver e Pacas.        Pelo decreto nº 919, de 30-09-1935, desmembra do município de Pinheiro o distrito de Santa Helena. Elevado novamente à categoria de município.        Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito sede.        Pela lei estadual nº 269, de 31-12-1948, é criado o distrito de Roque e anexado ao município de Pinheiro.        Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Pinheiro e Roque.        Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

Fonte:IBGE

MUNICÍPIO DE PINHEIRO

LEI nº 269 DE 31 DE DEZEMBRO DE 1948. Com o Município de PINHEIRO e dá outras providências.

 

LIMITES MUNICIPAIS:

a) Com o Município de SANTA HELENA:

Começa à margem direita do rio Turiaçu, onde a linha do Telégrafo Nacional, chamada Estrada do Pará, cruza o referido rio, pouco à montante do posto telefônico Alto Turí; segue pelo talvegue do rio Turiaçu, à jusante, até a foz do Igarapé Bebe Fumo, à sua margem direita; daí por este Igarapé a montante, até a cabeceira mais ao norte; desta segue por um alinhamento reto ao marco de pedra do Tracuá, junto da estrada da boiada; continua por outro alinhamento reto em direção leste, até outro marco de pedra, nas matas de Santana, ponto de trijunção de Pinheiro, Guimarães e Santa Helena.

b) Com o Município de GUIMARÃES:

Começa no marco de pedra, nas matas de Santana; segue por um alinhamento reto em direção Sul, até o lugar denominado Ubiratuba; continua por outro alinhamento reto ao marco de pedra, no pôrto do Salgado, à margem esquerda do Igarapé Gama; segue pelo talvegue dêste Igarapé a jusante, até sua foz a margem esquerda do rio Pericumã.

c) Com o Município de BEQUIMÃO:

Começa na foz do Igarapé Gama, á margem esquerda do rio Pericumã; segue pelo curso dêste rio á montante, até a foz do Igarapé Felix, á sua margem direita.

d) Com o Município de PERI-MIRIM:

Começa na foz do Igarapé Felix, á margem direita do rio Pericumã; segue por um alinhamento com a direção de Sul até a beira do campo; prossegue por essa beira de campo que separa o pântano da terra firme, até defrontar o morro de São Carlos.

e) Com o Município de SÃO BENTO:

Começa defronte ao morro de São Carlos, à beira do campo que separa o pântano da terra firme e acompanha à margem direita do rio Pericumã; segue pela referida beira de campo até o lugar denominado cabeceira.

f) Com o Município de SÃO VICENTE FÉRRER:

Começa no lugar denominado Cabeceira, à beira do campo que separa o pântano da terra firme e acompanha à margem direita do rio Pericumã; segue pela referida beira do campo até o lugar denominado Campinho.

g) Com o Município de VIANA:

Começa no lugar denominado Campinho, à beira do campo do Pericumã, que separa o pântano da terra firme; segue pela beira do campo até frontear o lugar denominado Caxias.

h) Com o Município de PENALVA:

Começa à beira do pântano do Pericumã, defronte do lugar denominado Caxias; segue daí pela picada do Nogueira até o lugar denominado Alto Alegre, na linha do Telégrafo Nacional, chamada Estrada do Pará.

i) Com o Município de MONÇÃO:

Começa no lugar Alto Alegre, onde a picada do Nogueira alcança a linha do Telégrafo Nacional; segue por essa linha telegráfica, chamada Estrada do Pará, até alcançar à margem direita do rio Turiaçu, pouco acima do posto telefônico do Alto Turi.

DIVISAS INTERDISDISTRITAIS:

1 – Entre os distritos de PINHEIRO e ROQUE:

Começa na foz do Igarapé Pacas, à margem direita do rio Turiaçu; daí segue por um alinhamento reto à cabeceira do Igarapé do Engenho; segue pelo curso de igarapé à jusante, até sua foz à margem esquerda do rio Pericumã.

 

Este texto não substitui o original publicado em imprensa oficial.


FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados